A QUE VEIO ESTE BLOG?
VEIO PARA DIVULGAR PROJETOS NOS MAIS VARIADOS CONTEÚDOS, TEMAS, FORMAS, NECESSIDADES E AFINS, CLARO!
SINTA-SE A VONTADE PARA USUFRUIR DE TUDO QUE FOR ÚTIL PARA SUA AULA.
DIVULGUE, PARTICIPE, COMENTE!
04 DE JULHO DE 2011
Um blog aliado às pesquisas de professores, pois existem muitas possibilidades lúdicas pela net,
além de inúmeros endereços pedagógicos incríveis.
Aqui vocês terão as postagens originais, ou partes delas,
adicionados às demais informações necessárias, com os devidos créditos atribuídos.
Amiga blogueira, se desejar divulgar seus projetos, entre em contato.

PROJETO DIDÁTICO

PROJETO DIDÁTICO: Reunião de atividades que se articulam para a elaboração de um produto final forte, em que podem ser observados os processos de aprendizagem e os conteúdos aprendidos pelos alunos. Costuma partir de um desafio ou situação-problema. Trabalhados com uma frequência diária ou semanal, podem estender-se por períodos relativamente prolongados (um ou dois meses, por exemplo), tornando os alunos especialistas num determinado tema.

domingo, 1 de setembro de 2013

Projeto borboleta



Objetivo Geral: 
Despertar na criança o gosto pela leitura, estimulando o hábito de ler.
Objetivos específicos:
Compreender o processo de metamorfose que ocorre nas borboletas;  
 Assimilar a numeração de base dez;  
 Estimular a busca por novas descobertas; 
 Reconhecer diferenças entre as cores, formas, tamanhos, através de gravuras de borboletas;
Pré leitura
Com as crianças reunidas em círculo, numa roda de conversa, iniciar a aula questionando-as sobre o que é uma borboleta, como ela nasce, onde ela nasce, etc...

Ouvir atentamente cada resposta e colocá-las diante da turma, para que esta confirme ou discuta a resposta dada pelos colegas;

Após esta discussão inicial, mostrar às crianças um livro de pesquisa, para que também tenham acesso a este tipo de “leitura explicativa”, relatando a metamorfose da borboleta através de gravuras;

Fazer com que as crianças, através de livros e revistas, achem e recortem borboletas de diversos tipos, cores e tamanhos, dispondo estas imagens no meio da roda de conversa para que todos tenham uma visão geral das figuras recortadas;

Permitir que as crianças tenham acesso ao livro de pesquisa, podendo manuseá-lo, analisá-lo com os demais colegas, trocando assim, conhecimentos em ter si.
A partir do conhecimento de cada aluno e com base no trabalho efetuado durante a roda de conversa, questionar as crianças sobre algumas músicas que falem de borboletas, cantando, de início com elas, a mais conhecida pela maioria, dramatizando-a:

“BORBOLETINHA, TÁ NA COZINHA,
FAZENDO CHOCOLATE,
PARA A MADRINHA
POTI, POTI,
PERNA DE PAU,
OLHO DE VIDRO,
E NARIZ DE PICA PAU”
Leitura:
Ainda em círculo, mostrar aos alunos o livro escolhido para a leitura do dia, baseado no assunto tratado na roda de conversa. Apresentar o livro “Eram dez lagartas”, comentado: o nome do livro, nome do autor (es),  nome do ilustrador, editora;
Realizar a leitura do livro, mostrando as gravuras do mesmo para as crianças acompanharem a história.
Pós leitura
Primeiramente questionar as crianças sobre do que se trata o livro, quais são os personagens que aparecem neste livro;
Questionar sobre a quantidade de lagartas que existiam no início do livro e quantas ficaram no final da história;
Com base no livro de pesquisas que as crianças visualizaram na roda de conversa e a partir das respostas dadas na questão anterior, questionar sobra o que aconteceu com as demais lagartas que foram ficando pelo caminho em cada página do livro;
Sair com as crianças para o pátio da escola ou até mesmo nos arredores, para que achem borboletas e, juntamente com a professora, fotografe-as, ou apenas admirem seu vôo, cores, tamanhos, sempre ressaltando a importância de deixá-las livres, na natureza, sem machucá-las durante a busca;                                                                      


 Utilizando as gravuras recortadas anteriormente pelas crianças e até mesmo as fotos impressas tiradas com elas, caso tenham conseguido, entregar a cada uma, a borboleta para que desenhem, nas mesinhas, como acham que era a lagarta desta borboleta em mãos, recebendo uma folha para que, de um lado desenhe a lagarta, seu casulo e por último cole a borboleta já “transformada”.
Cantar novamente com as crianças a musica da Borboletinha, dramatizando-a outra vez e escrevendo-a numa folha de papel bobina, dando espaço entre os versos da mesma, para que, em seguida, solicite às crianças para que, embaixo de cada verso, faça o desenho do que este representa, assinando em seguida, no final da música, seu nome, demonstrando sua participação no painel;
Comentar com as crianças que existem diferentes cores, formatos de borboletas e que, sabendo disso, um poeta, chamado Vinícius de Moraes, entre tantos outros que fazem lindas poesias, inventou um poema muito bonito para as borboletas;
Apresentar o poema para as crianças:
As Borboletas

Brancas
Azuis
Amarelas
E pretas
Brincam
Na luz
As belas
Borboletas
Borboletas brancas
São alegres e francas.
Borboletas azuis
Gostam muito de luz.
As amarelinhas
São tão bonitinhas!
E as pretas, então . . .
Oh, que escuridão!
                                                          (Vinícius de Moraes)

Após a leitura, solicitar às crianças para que em duplas, montem seu poema, mas utilizando-se de desenhos e cores para cada palavra em que se possa fazer isso. No título, usar “AS” e colar uma borboleta no lugar da palavra; no lugar da palavra “azuis”, colar uma borboleta azul...E assim por diante até o final do poema, onde se pode substituir a palavra.

Fazer a exposição do trabalho das crianças; 


Através do site      http://www.biologo.com.br/videos/borboleta.html , fazer com que as crianças assistam o pequeno vídeo que mostra as borboletas, entregando antes um pequeno texto informativo, para que procurem nele a palavra BORBOLETA.   


Em grupos, montar um livrinho, a partir do livro apresentado anteriormente (“Eram dez lagartas”), entregando à turma folhas de sulfite, lápis, canetinhas, colas coloridas, etc... Diversos materiais para que cada grupo possa elaborar um livro, valendo-se da criatividade de cada um, podendo ser através de desenhos, colagens, etc... Cada grupo vai desenhar a quantidade de lagartas que desejar e criar a sequência de acontecimentos para cada página da sua história.


http://matematicar321.blogspot.com.br/2012/10/projeto-borboletas.html