A QUE VEIO ESTE BLOG?
VEIO PARA DIVULGAR PROJETOS NOS MAIS VARIADOS CONTEÚDOS, TEMAS, FORMAS, NECESSIDADES E AFINS, CLARO!
SINTA-SE A VONTADE PARA USUFRUIR DE TUDO QUE FOR ÚTIL PARA SUA AULA.
DIVULGUE, PARTICIPE, COMENTE!
04 DE JULHO DE 2011
Um blog aliado às pesquisas de professores, pois existem muitas possibilidades lúdicas pela net,
além de inúmeros endereços pedagógicos incríveis.
Aqui vocês terão as postagens originais, ou partes delas,
adicionados às demais informações necessárias, com os devidos créditos atribuídos.
Amiga blogueira, se desejar divulgar seus projetos, entre em contato.

PROJETO DIDÁTICO

PROJETO DIDÁTICO: Reunião de atividades que se articulam para a elaboração de um produto final forte, em que podem ser observados os processos de aprendizagem e os conteúdos aprendidos pelos alunos. Costuma partir de um desafio ou situação-problema. Trabalhados com uma frequência diária ou semanal, podem estender-se por períodos relativamente prolongados (um ou dois meses, por exemplo), tornando os alunos especialistas num determinado tema.

sexta-feira, 16 de março de 2012

Projetos: Como elaborar

Como elaborar um projeto pedagógico?
Por Ivanise Meyer
♥♥♥
A metodologia de projetos não é mais novidade no meio educacional.
Posso afirmar que virou "moda", como já foram os "centros de interesse", o "tema gerador", entre outros.
Quando escrevi meu trabalho sobre os projetos que desenvolvia com minha turma de Educação Infantil em 2002, que foi publicado em 2003, estávamos começando a avançar nessa metodologia de trabalho pedagógico.
Atualmente percebo que há tantas publicações (revistas, livros e coleções), além de projetos disponibilizados via internet, que parece "senso comum" que todos saibam como elaborar um projeto.
Porém, há muitas maneiras de se elaborar um projeto. Eu não posso dizer qual seria a "forma correta". Procurei buscar nos livros e em cursos os alicerces de minha prática. "Modelos prontos" estão por aí (há coleções inteiras só de projetos), mas acredito que os projetos surgem dentro da turma, dos interesses das crianças, algumas vezes despertados por nós, outras vezes pela realidade delas.
Eu gosto de escrever e adoro redigir meus projetos de forma pessoal, quem já leu o livro sabe disso, né?!
Eu sempre defendi o direito do professor ser AUTOR de sua prática, mas a autoria não se faz no "vazio". É preciso investir tempo e estudo. Às vezes, um "modelo" nos serve de inspiração. Mas, um projeto só "funciona" se ele fizer sentido para a turma e para o professor.
É por isso que, muitas vezes, o projeto vindo de "fora da sala", não dá certo... Ou melhor, fica artificial.
Os projetos partem de questões que precisam ser respondidas e possibilitam um contato com práticas sociais reais. Dependem dos interesses das crianças, por isso precisam ser significativos apresentando uma questão comum.
É importante que um projeto tenha um OBJETIVO claro desde o início, senão ele se "perde" no meio de tantas possibilidades.
Defina um TEMPO e não perca seu objetivo, sua meta.
Organize as possibilidades que surgem, lembre-se não dá para fazer "tudo". Selecione o que realmente for significatico.
Não é necessário que tudo (os conteúdos) girem em torno do projeto, isto é, o projeto é um momento da turma de produzir conhecimento e compartilhar experiências.
Deixo um "roteiro" para as amigas que buscam por essa prática.
Etapas de um projeto
1. Incentivo (sensibilização) - Conversas com as crianças, leitura de um livro, uma visita, uma vivência em sala de aula, uma dúvida levantada pela turma, um filme ou mesmo um questionamento surgido em um projeto anterior;
2. O que já sabemos? - Socialização dos conhecimentos prévios das crianças;
3. O que queremos saber? Para quê queremos? - Formulação do objetivo do projeto;
4. O que iremos fazer? - Elaboração do plano cooperativo;
5. Desenvolvimento - Realização das ações planejadas com os registros dos conhecimentos que vão sendo construídos pelas crianças durante todo o trabalho: relatos escritos, desenhos, fotos, vídeos, enfim, as produções das crianças;
6. Culminância - Apresentação do que foi produzido durante o projeto (a socialização das conclusões);
7. Avaliação e auto-avaliação - Retomada do plano cooperativo para avaliar a trajetória de todos durante o processo, dificuldades e contribuições.
Referência bibliográfica:
Brincar & Viver: projetos em Educação Infantil,
de Ivanise Meyer, Rio de Janeiro, editora WAK.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um tema para projetos publicar!