A QUE VEIO ESTE BLOG?
VEIO PARA DIVULGAR PROJETOS NOS MAIS VARIADOS CONTEÚDOS, TEMAS, FORMAS, NECESSIDADES E AFINS, CLARO!
SINTA-SE A VONTADE PARA USUFRUIR DE TUDO QUE FOR ÚTIL PARA SUA AULA.
DIVULGUE, PARTICIPE, COMENTE!
04 DE JULHO DE 2011
Um blog aliado às pesquisas de professores, pois existem muitas possibilidades lúdicas pela net,
além de inúmeros endereços pedagógicos incríveis.
Aqui vocês terão as postagens originais, ou partes delas,
adicionados às demais informações necessárias, com os devidos créditos atribuídos.
Amiga blogueira, se desejar divulgar seus projetos, entre em contato.

PROJETO DIDÁTICO

PROJETO DIDÁTICO: Reunião de atividades que se articulam para a elaboração de um produto final forte, em que podem ser observados os processos de aprendizagem e os conteúdos aprendidos pelos alunos. Costuma partir de um desafio ou situação-problema. Trabalhados com uma frequência diária ou semanal, podem estender-se por períodos relativamente prolongados (um ou dois meses, por exemplo), tornando os alunos especialistas num determinado tema.

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Projeto Literatura infantil


Através da Pedagogia de Projetos, a criança antecipa e organiza o texto adequadamente, exigindo de sim mesma que leve a sua tarefa até o fim.
JUSTIFICATIVA
 Entretanto, por mais autônoma que seja, a criança não deixa de aceitar a ajuda que seus parceiros podem oferecer-lhe e vice-versa, adquirindo, desta forma, auto-estima e senso crítico.
No ensino por projetos, a criança não age passivamente, ela

... conhece seus objetivos; aprende a planejar seu trabalho, que irá se estender por várias sessões; irá produzir um tipo de texto identificado desde o começo; engaja-se pessoalmente na escrita; tem necessidade de uma turma para confrontar e melhorar sua produção ..." (Jolibert, 1999b, p.34).

Nesta faixa etária, as crianças encontram-se na fase do realismo imaginário, onde pensam que a imitação representa a realidade.
Para elas, as coisas são vivas e dotadas de intenções e sentimentos.
Aproveitando também, que nesta fase as crianças apresentam maior capacidade de concentração, fixam como ouvintes, e conquistam sua própria linguagem, senti a necessidade de montar este projeto abrangendo contos e histórias como: O lobo e os cabritinhos, Uma babá para os ursinhos, O sapo encantado etc., acreditando que o conto deve ser prazeroso e não repetitivo e mecânico, de forma que nos permita viajar em outro mundo proporcionando momentos de risos, novos conhecimentos e sonhos.

OBJETIVO GERAL
►Proporcionar momentos de prazer através da leitura, ampliando vocabulário e a organização de pensamentos.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS
►Confrontar realidade e fantasia;
►Aguçar o prazer pela leitura;
►Desenvolver a linguagem oral e a capacidade de ouvir;
►Organizar idéias e pensamentos;
►Ampliar o vocabulário;
►Estimular a criatividade.

DESENVOLVIMENTO
●Rodinha para conversa informal, troca de idéias e análise de conhecimentos prévios;
●Apresentar livro para os alunos – manusear e conhecer a história;
●Dramatização e registro feito pelas crianças através de desenho e oralmente;
●Lista de personagens;
●Trabalhar linguagem oral e escrita;
●Exploração dos personagens e modelagem dos mesmos;
●Montagem de livro contendo as histórias trabalhadas.

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS
●Conversa informal sobre histórias que gostam;
●Cuidado com os livros;
●Falar sobre autor e ilustrador de cada livro;
●Ler a história;
●Debate sobre a história;
●Reprodução coletiva da história;
●Desenho livre;
●Modelagem dos personagens.

INTERDISCIPLINARIDADE E CIDADANIA
►LINGUA PORTUGUESA
Vocabulário, linguagem oral e escrita.
►MATEMÁTICA
Formato, cores, quantidade e textura.
►CIÊNCIAS NATURAIS
Animais e higiene.
►ARTES
Desenhos, pintura, modelagem e dramatização.
►CIDADANIA
Socialização

RECURSOS
●Livros;
●Diferentes tipos de papel;
●Cola branca e colorida;
●Lápis de cor, giz de cera;
●Tesoura;
●Massa de modelar;
●Tinta guache;
●CD’S

PESSOAL ENVOLVIDO
●Alunos do Jardim I;
●Professora e demais funcionários da Unidade;
●Pais e familiares dos alunos.

AVALIAÇÃO
Acontecerá no decorrer do projeto de acordo com a participação dos alunos.

SUGESTÃO DE HISTÓRIAS E CONTOS
●O LOBO E OS CABRITINHOS;
●UMA BABÁ PARA OS URSINHOS;
●O NASCIMENTO DA BORBOLETINHA;
●A CASINHA DO BODE;
●O SAPO ENCANTADO;
●COMO A ZEBRA FICOU LISTRADA.
Crédito autora: Maria de Fátima Silva Paulo Pedagoga e Professora pós graduada em psicopedagogia da PMC.

Projeto: No mundo da imaginação

Literatura Infantil

Justificativa:
 A literatura infantil é um caminho que leva a criança a desenvolver a imaginação, emoções e sentimentos de forma prazerosa e significativa. É importante para a formação de qualquer criança ouvir muitas e muitas histórias, pois é através dos livros e contos infantis que a criança enfoca a importância de ouvir, contar e recontar histórias. Segundo Fanny Abramovich “... Escutá-las é o início da aprendizagem para ser um leitor, e ser leitor é ter um caminho absolutamente infinito de descoberta e de compreensão do mundo...”.
Incentivar a formação do hábito de leitura na idade em que todos os hábitos se formam, isto é, na infância, é muito importante. Neste sentido a literatura infantil é uma peça fundamental para este desenvolvimento.

Objetivo geral:
Levar o aluno ao mundo da imaginação e ao mesmo tempo a descobrirem o maravilhoso universo da literatura infantil.

Objetivos específicos:
• Reconhecer algumas Histórias infantis;
• Utilizar a técnica de dramatizar e fazer recontos;
• Oportunizar a criatividade, imaginação, humor, ilusionismo;
• Desenvolver o hábito de ouvir com atenção;
• Enriquecer e ampliar o vocabulário;
• Intervir, posicionar, julgar e modificar historinhas e contos;
• Desenvolver o pensamento lógico e a rapidez de raciocínio;
• Permitir a livre expressão;
• Promover e estimular a linguagem oral;
• Desenvolver atenção e coordenação motora fina e ampla;
• Relacionar os números com a quantidade;
• Desenvolver e estimular a expressão corporal;
• Cuidar e valorizar os livros;
• Estimular o gosto pela leitura.

Conteúdos:
• Data comemorativa: Dia nacional do livro infantil;
• Motricidade fina e ampla;
• Expressão corporal;
• Artes plásticas: pintura, modelagem, recorte e colagem com material diverso, desenho livre e dirigido;
• Historinhas (OS TRÊS PORQUINHOS, CHAPÉUZINHO VERMELHO, SITIO DO PICAPAU AMARELO);
• Criatividade e dramatização;
• Música e ritmo;
• Noção e visualização de quantidades - do número 1 ao número 3;
• Seriação, conjuntos.

Metodologia:
• Conversa informal diálogo e questionamento oral através das historinhas, cartaz, figuras e relatos sobre o assunto;
• Músicas dramatizadas relacionada às historinhas;
• História em seqüência;
• Quebra cabeça e jogos;
• Historinhas infantis;
• Dramatização das historinhas (teatrinho);
• Sessão historiada;
• Biblioteca na sala;
• Visita a biblioteca da E.M.E.F. FRANCISCO MENDES;
• Fantoches e dedoches;
• Maquete da história dos Três Porquinhos;
• Máscaras do lobo mau;
• Capas da Chapeuzinho Vermelho;
• Vídeos: OS TRÊS PORQUINHOS; CHAPEUZINHO VERMELHO; DEU A LOCA NO CHAPEUZINHO VERMELHO;
• Bonecos móveis do Sítio do Pica-pau Amarelo – Emília e Visconde Sabugosa;
• Bonecos – Visconde e Emília com palitos de picolé.

Culminância:
Apresentação de uma das historinhas e amostra dos trabalhos confeccionados pelos alunos.

Avaliação:
Avaliação será contínua, através da observação diária das crianças no desempenho de suas atividades, no relacionamento com os colegas e com a professora.


sábado, 25 de fevereiro de 2012

Projeto Circo

Projeto circo entre outras maravilhas....
Colegas, toda vez que vou a este blog
fico maravilhada com a criatividade da Gi.
Ela,sem dúvida deve ser uma artista do desenho,
pois todas as atividades que ela leva aos seus alunos
são feitos exclusivamente sob um tema.
Adoro aulas temáticas!
Tem atividades variadas  temáticas
(de meio ambiente, primavera, etc...)
Então eu trouxe um link dela sobre o circo.
Mas lá tem muuitaa coisa boa!
Parabéns, Gi, pelo seu capricho...
Ela deixa tudo fácil para imprimir.
Queria ser sua aluninha...
Blog ideia criativa: são dois:
 fundamental e  infantil.


Vejam que belezinha a Mônica!
Dia da mulher....


Projeto Pequenos Leitores


Existem muitas maneiras de incentivar a leitura...
Vejam esta ideia que trouxe do blog Criança Arteira
Projeto: Era uma vez

Justificativa:
Ouvir e ler histórias é entrar em um mundo encantador. Cheio de mistérios e surpresas, sempre muito interessante, curioso, que diverte e ensina.
É na relação lúdica e prazerosa da criança com a obra literária que temos uma das possibilidades de formarmos o leitor. É na exploração da fantasia e da imaginação que se instiga a criatividade e se fortalece a interação entre texto e leitor. 
A literatura infantil não pode ser vista somente como incentivo à formação do hábito de ler. Para que a obra literária seja utilizada como um objeto mediador de conhecimento, ela necessita estabelecer relações entre teoria e prática, possibilitando ao professor atingir determinadas finalidades educativas.
Para tanto, uma metodologia baseada em um ensino por projetos é uma das possibilidades que tem evidenciado bons resultados no ensino de língua materna.

Objetivo geral:
·         Promover o gosto pela leitura desde o início das etapas de escolaridade. O incentivo do adulto (pais e professores) deve ser fundamental nesse processo, sendo o mediador entre a criança e o livro.

Objetivos específicos:
·         Desenvolver o gosto em ouvir e recontar histórias;
·         Conhecer diversos autores brasileiros;
·         Conhecer diversas obras relacionadas a autores brasileiros;

Conteúdos englobados:
·         Português: Desenvolvimento da linguagem oral;
·         Artes: Dramatizações das obras;

Dicas de Desenvolvimento:
·         Hora da história: Os alunos ouvirão as histórias que mais gostam;
·         Conversa sobre os diversos autores brasileiros da literatura infantil: Ruth Rocha, Ziraldo, Mauricio de Souza, Ana Maria Machado...
·         Solicitar que as crianças deem um novo final a história lida;
·         Fazer textos coletivos utilizando figuras sequenciadas;
·         Montar o cantinho da leitura, onde os alunos poderão ver e rever os livros e revistas e aprender a melhor maneira de manuseá-los sem estragar;
·         Levando o Zé do livro para casa:
O Zé é um boneco que gosta muito de ouvir histórias com as crianças. Cada dia, um aluno levará para casa o boneco Zé e um livro que mais goste para ser lido para eles pelos pais ou responsáveis.
No dia seguinte este aluno trará o boneco e recontará para a turma a história levada para casa e o que ele e o boneco fizeram naquele dia.
·         Confeccionar com a turma um livro ilustrado de poesias e músicas trabalhadas durante o ano;

Avaliação:
·         A avaliação será continuada levando-se em conta a evolução, participação, atenção e envolvimento dos alunos com as atividades do tema;

Sugestão de poesias e músicas trabalhadas na ilustração do livro:
·         As Abelhas (Vinicius de Moraes);
·         O girassol (Vinicius de Moraes);
·         O relógio (Vinicius de Moraes);
·         Leilão de Jardim (Cecilia Meirelles);
·         A Arca de Noé (Vinicius de Moraes);
·         O leão (Vinicius de Moraes);
·         A casa (Vinicius de Moraes);
·         A História da Gata (Saltimbancos);
·         A Galinha (Saltimbancos);
·         O caderno (Toquinho);
·         Ursinho de Pelúcia (Toquinho);
·         Gente tem nome e sobrenome (Toquinho);
·         A Cachorrinha (Vinicius de Moraes);
·         As Borboletas (Vinicius de Moraes);
·         A sopa (Palavra Cantada);
·         Dona árvore (Bia Bedran);
·         Tudo azul (Bia Bedran);
·         A Bailarina (Cecilia Meirelles);
·         Ou isto ou aquilo (Cecilia Meirelles);
·         O elefantinho (Vinicius de Moraes);

Levando o amigo para casa

Desenvolvimento do projeto:
O Zé é um boneco que gosta muito de ouvir histórias com as crianças.
Cada dia, um aluno levará para casa o boneco Zé e um livro que mais goste para ser lido para eles pelos pais ou responsáveis.
No dia seguinte este aluno trará o boneco e recontará para a turma a história levada para casa, também contará aos colegas o que ele fez com o boneco no dia.

Avaliação:
·        A avaliação será continuada levando-se em conta a evolução, participação, atenção e envolvimento dos alunos com as atividades do tema.
 
 Fonte:
 
 

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Projeto: Circo + Olimpíadas

Incentivar a prática de atividades físicas e difundir a cultura circense são boas sugestões para o dia 27 de março quando se comemora o Dia do Circo.
Aproveite esta oportunidade para introduzir o assunto  mundial esportivo do ano, que se realizará em Julho 2012, na capital inglesa Londres.

Abram as cortinas





Projetos Escolares nº56
Editora On Line


terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Projeto: Fatos históricos

Em cartaz: fatos históricos!

Para a criançada, a História pode ser muito mais do que uma sequência de datas e fatos

Embora o ensino da disciplina continue baseado na memorização de datas e na repetição oral de textos, há inúmeras possibilidades de transmitir o conteúdo específi co de cada série de forma lúdica e, assim, despertar o interesse das crianças para o passado da humanidade, a partir de um projeto interdisciplinar que, além de abordar a História propriamente dita, trabalha a escrita, a leitura, a comunicação e a expressão infantil.
O teatro, por exemplo, cumpre essa função com eficiência, ao permitir que as crianças exercitem o aprendizado, a criatividade, a imaginação, a fantasia e a emoção, durante a encenação de pequenos esquetes, fundamentados em fatos históricos.
Para tanto, basta que você se transforme num professor-diretor!

Objetivos:
★Despertar o interesse das crianças pela História;
★Incentivar a leitura e a pesquisa sobre o passado da Humanidade;
★Estimular o aluno a descobrir a própria criatividade;Proporcionar a vivência de improvisações, inclusive dramáticas;
Desenvolver a imaginação, a concentração, a socialização e a sensibilidade corporal e vocal.
Faixa etária: a partir do 1º ano.

Elaboração:





1. Apresente o conteúdo programático de História às crianças, para que elas possam eleger os fatos históricos mais interessantes para a encenação
2. Junto a elas, estabeleça um prazo para iniciar, trabalhar roteiro, escolher personagens, preparar adornos e finalizar o projeto, tendo como objetivo a devida encenação de um fato histórico.
3. Feito isso, durante todo o tempo prédeterminado, numa primeira etapa, dedique ao menos dez minutos das aulas normais da disciplina ao estudo do tema.
4. Depois, quando as crianças já estiverem familiarizadas com ele, oriente pesquisas para que elas se aprofundem no assunto, conheçam o contexto em que ele se inseriu, suas principais causas, aspectos não convencionais e outros personagens de real importância para o acontecimento, além de fatos secundários que influenciaram o curso dele.

De forma interdisciplinar, enquanto a elaboração do projeto se desenvolve nas aulas de História, a leitura do roteiro pode ser realizada nas aulas de português. E trabalhar expressão corporal nas aulas de Educação Física.

ANOTE!Esquete (derivada do inglês sketch) é um termo muito utilizado para se referir a pequenas peças ou cenas dramáticas, com menos de dez minutos de duração.


Nas aulas de português, priorize a leitura, a compreensão e a interpretação do texto relativo ao fato histórico, escolhido para a encenação. Numa segunda fase, faça a criançada escrever o roteiro do esquete, já distribuindo, entre si mesmas, os personagens. Em seguida, trabalhe a comunicação verbal dos alunos, visando à encenação. Por fim, faça com que redijam o programa e os convites para apresentação.
2. Nas aulas de arte, de início, envolva todos os alunos na confecção de adornos para peça. Depois, oriente-os quanto à interpretação dos personagens.
3. Nas aulas de educação física, numa primeira fase, trabalhe a expressão corporal e gestual das crianças. Depois, parta para a encenação propriamente dita, de preferência no lugar onde ocorrerá a apresentação, para que elas se habituem ao espaço e com as marcações que poderão ser feitas.
4. Nas aulas de informática, ensine as crianças a formatarem o programa e os convites. Depois, estimule-as a criarem outras formas de divulgação para o esquete, a partir da elaboração de cartazes, banners ou até de um blog especifico para a finalidade.


De preferência, no grande dia, reúna todos os alunos no local da apresentação, para que eles aprendam um pouco de História, se divirtam, aplaudam os coleguinhas-atores e se entusiasmem com a oportunidade de conhecer o passado da Humanidade de uma forma totalmente diferente.



1. Após a encenação do esquete, reúna a criançada e converse sobre todo o processo e as descobertas que elas fizeram sobre os fatos históricos.
2. Individualmente peça para que cada uma avalie seu desempenho no palco e o aprendizado em relação à disciplina.
3. Por fim, exponha sua opinião sobre o objetivo do projeto, apontando os pontos positivos que foram alcançados e os negativos que devem ser melhorados.


Dica de leitura!
 O protetor da naturezaUm livro para ser lido e encenado, O Protetor da Natureza conta a história de Rosinha e Gabê, dois jovens que zelam pelo meio ambiente e lutam contra um estranho ser que destrói tudo à sua volta. Nesse texto teatral, o leitor vai descobrir os detalhes que envolvem a encenação e a produção de uma peça, desde a composição das personagens e do cenário à compreensão das rubricas.
Autor: Rogério Andrade Barbosa
Ilustrações: Jô Oliveira
Editora: Larousse Jovem
Onde encontrar: www.larousse.com.br


http://revistaguiafundamental.uol.com.br/professores-atividades/92/artigo245379-1.asp


De forma interdisciplinar, enquanto a elaboração do projeto
 se desenvolve nas aulas de História,
 a leitura do roteiro pode ser realizada nas aulas de português

Projeto: Representar é uma arte





a) Quais as personagens dos textos
" A casa de Dorothy" e "Supergatinhas"?
b) Quais os ambientes citados nos dois textos?
c) Qual texto foi escrito para ser encenado em um teatro?
d) Como você chegou a essa conclusão?



6- Agora, imagine como seriam os cenários de textos
 teatrais com os títulos que seguem.
Faça uma descrição de cada cenário.
a) Texto de Chapeuzinho vermelho
b) Texto de Uma ventura no Planeta Marte




d) Como você ahca que poderia ser feito o cenário para a peça
" Quem casa quer casa -ou não?"
Descreva-o com detelhes














Redação para crianças
Maria Fernanda
Editora Escala

Projeto: Zoológico de insetos


Projeto Pitanguá
4ªs.Editora Moderna

Projeto: Culturas de nossos povos





Projeto Pitanguá
4ª s. Editora Moderna