A QUE VEIO ESTE BLOG?
VEIO PARA DIVULGAR PROJETOS NOS MAIS VARIADOS CONTEÚDOS, TEMAS, FORMAS, NECESSIDADES E AFINS, CLARO!
SINTA-SE A VONTADE PARA USUFRUIR DE TUDO QUE FOR ÚTIL PARA SUA AULA.
DIVULGUE, PARTICIPE, COMENTE!
04 DE JULHO DE 2011
Um blog aliado às pesquisas de professores, pois existem muitas possibilidades lúdicas pela net,
além de inúmeros endereços pedagógicos incríveis.
Aqui vocês terão as postagens originais, ou partes delas,
adicionados às demais informações necessárias, com os devidos créditos atribuídos.
Amiga blogueira, se desejar divulgar seus projetos, entre em contato.

PROJETO DIDÁTICO

PROJETO DIDÁTICO: Reunião de atividades que se articulam para a elaboração de um produto final forte, em que podem ser observados os processos de aprendizagem e os conteúdos aprendidos pelos alunos. Costuma partir de um desafio ou situação-problema. Trabalhados com uma frequência diária ou semanal, podem estender-se por períodos relativamente prolongados (um ou dois meses, por exemplo), tornando os alunos especialistas num determinado tema.

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Projeto: Coletânea de parlendas


PROJETO DIDÁTICO:
COLETÂNEA DE PARLENDAS

Objetivos:
Ler textos conhecidos de memória, ajustando o oral ao escrito.
• Construir conhecimentos sobre o funcionamento sobre o sistema de escrita alfabético.

Conteúdo:
Leitura.

Alunos:
1° e 2° anos.

Tempo estimado:
• Um mês.


Material necessário:
• Livro Salada, Saladinha (Maria José de Nóbrega e Rose Pamplona, 56 páginas, Editora Moderna, cartolinas e lápis de cor).


Flexibilização:
• Para trabalhar com crianças com deficiência auditiva, em www.ne,org.br digite na busca “ coletânea de parlendas”.


Desenvolvimento:
• 1 Etapa:
Selecione parlendas diversas, inclusive as que os alunos já conhecem.
Escreva cada uma delas em cartazes para apresenta-las ao grupo e organize um momento para brincar com elas.
Assegure-se de que as crianças consigam recitar os textos coletiva e individualmente.



• 2 Etapa:
Apresente o Livro Salada, Saladinha e proponha a publicação de uma coletânea de parlendas organizadas pela turma.
 Oriente os alunos a decidir aspectos como “quem serão os leitores”.
Em grupos, eles devem manusear o livro para observar como ele é organizar.



• 3 Etapa:
Produza com a classe uma lista com o nome das parlendas conhecidas e proponha que selecionem as que vão compor a coletânea.
 Liste as tarefas que devem ser cumpridas para a organização da publicação, como a seleção dos textos, e a elaboração da dedicatória, das ilustrações, e da capa, definindo o prazo para o lançamento.



• 4 Etapa:
Distribua para cada dupla cópias de parlendas escritas em letra bastão, misturando um texto selecionado a outros do mesmo genêro que não foram escolhidos para o livro.
Nenhum deles deve conter o título, para que os alunos tenham de fazer a leitura do texto inteiro a fim de indentificá-los.
Para selecionar o que entregar a cada dupla, atente-se para as caracter´siticas quantitativas e qualitativas das parlendas.
Observe o conjunto abaixo.
A tarefa das crianças é localizar a parlenda Santa Luzia:

Texto 1
Santa Luzia
Passou por aqui
Com seu cavalinho
Comendo capim
Santa Luzia
Que tinha três filhas:
Uma fiava
Uma tecia
Uma que tirava
O cisco que havia.

Texto 2
Santa Clara clareou
São Domingos alumiou.
Vai, chuva!
Vem, Sol!
Vai, chuva!
Vem, Sol!
Pra secar o meu lençol!
Texto 3
Corre, ratinho
Que o gato tem fome
Corre, ratinho
Que o gato te come.



Entregar aos alunos os textos 1, 2 e 3; ou os textos 1 e 2, ou ainda os textos 1 e 3, consiste em decisões didáticas que apresentam distintos problemas de leitura.
Entre Corre ratinho e Santa Luzia, há mais contrastes quantitativos e qualitativos do Santa Luzia e Santa Clara Clareou, o que torna a tarefa mais desafiadora.
A leitura dos textos 1, 2 e 3 pode colocar desafios para as crianças que já pensam nos aspectos quantitativos do sistema de escrita, enquanto a proposta com os texto 1 e 3 é desafiadora para quem está começando a considera-los.
O tamanho das parlendas, a quantidade de estrofes, as letras usadas e a existência ou não de termos repetidos nos textos são alguns dos índices a considerar ao planejar as sessões de leitura. Como sabem o que está escrito, antecipar onde isto está escrito é a primeira estratégia usadas pelos estudantes.
 Nessas sessões de leitura, as ações dos alunos será buscar ajustar as cadeias orais aos segmentos escritos.
 Não é óbvias para eles a relação entre oral e escrito, entre as partes e o todo.
Desse modo, favoreça que possam colocar em jogo o que sabem sobre o sistema de escrita, mas passem a incluir, ao longo das sessões, novos aspectos não considerados inicialmente.
Garanta que todos justifiquem essas antecipações levando em conta as marcas gráficas do texto, identificados os textos a ser publicados, recolha as parlendas não selecionadas, deixando em cada dupla a parlenda escolhida.
Solicite que todos planejem e executem as ilustrações dos textos e da capa do livro.



• 5 Etapa
Reúna as parlendas ilustradas e a capa, proponha a escrita da dedicatória e comunique à comunidade escolar o lançamento da coletânea.

• Produto final:
Coletânea de Parlendas.



• Avaliação:
Observe os progressos dos alunos em relação á construção do sistema de escrita e ao desenvolvimento de comportamentos leitores:
1. Os estudantes memorizaram e se divertiram com as parlendas?
2. Ampliaram o repertório de parlendas conhecidas?
3. Realizaram as tarefas de leitura, arriscando-se a antecipar o que estava escrito e verificando as antecipações, considerando as marcas gráficas e os índices quantitativos e qualitativos.



Fonte: Revista Nova Escola - Novembro/2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um tema para projetos publicar!